Perguntas frequentes

Quando esperam tomar a decisão final de investimento?

Em 2016, fizemos progressos significativos em relação a diversos acordos importantes com o Governo, que esperamos concluir em breve. Continua a existir um grande interesse no projecto por parte dos clientes de GNL.

Neste momento, a nossa prioridade consiste em concluir o conjunto de acordos com o Governo, que é conhecido como o quadro legal e contratual. Tomaremos a decisão final de investimento assim que estiverem concluídos os três componentes – quadro legal e contratual, acordos de levantamento e financiamento do projecto.

Qual é a visão da Anadarko para Moçambique?

O Projecto de GNL em Moçambique está a afirmar-se como um líder global no sector do GNL, tendo sido descobertos até à data cerca de 75 Tcf (trillion cubic feet) biliões de pés cúbicos de recursos recuperáveis de gás natural na Área 1 no mar. Até ao final de 2015, o empreendimento conjunto (joint venture) da Área 1 havia investido cerca de 5 mil milhões de dólares brutos, e fizemos progressos significativos para a realização de um empreendimento de GNL de escala mundial. Planeamos realizar um empreendimento inicial para produzir aproximadamente 12 MMPTA (2 linhas de liquefacção em terra, cada uma capaz de produzir 6 MMPTA), sendo que o projecto para o local prevê futuras expansões capazes de produzir volumes superiores a 50 MMPTA.

Ainda existe um grande interesse por parte dos compradores?

Os compradores continuam a manifestar um forte interesse no projecto em Moçambique, já que o mesmo aumenta a diversificação da oferta e tem espaço para o crescimento no futuro. Será necessário activar novos projectos de fornecimento para satisfazer a procura a longo prazo, já que se prevê um crescimento significativo dos novos mercados asiáticos emergentes.

Is Resettlement necessary and what steps are being taken to ensure it has a positive result?O reassentamento é necessário? Que medidas foram tomadas para assegurar que produz um resultado positivo?

 

Uma unidade de processamento de GNL, como o parque de GNL de Afungi que é proposto, necessita de uma grande área de terreno para a construção dos componentes, tanto em terra como junto à costa. O início da fase de construção do projecto será marcado pelo início, a uma escala industrial, das actividades de limpeza dos terrenos, escavação e movimentação de terras.

Os padrões de saúde e segurança do projecto, orientados pelas directrizes internacionais e pelas melhores práticas do sector em matéria de saúde e segurança, indicam que a natureza e a escala das actividades de construção não permitirão às comunidades permanecer e manter os seus meios de subsistência na proximidade da unidade de processamento de GNL. Como medida de precaução, as comunidades que estejam situadas na zona de construção do projecto terão de ser deslocadas para outras áreas, menos expostas aos possíveis impactos negativos das actividades do projecto.

Adoptámos medidas significativas para fazer avançar o Projecto de GNL em Moçambique em colaboração com o Governo e com as comunidades locais, de um modo que reflecte os nossos valores de integridade e confiança, abertura de comunicação e liderança de serviço. Já obtivemos a aprovação da nossa declaração de impacto ambiental, que é o resultado de extensas avaliações realizadas na área do projecto, tanto em terra como no mar. Celebrámos um memorando de entendimento com o MITADER sobre os planos de reassentamento. Os nossos oficiais de ligação com as comunidades fizeram um trabalho excepcional na comunicação dos planos e na definição das expectativas junto dos residentes afectados e, com a construção do nosso parque de GNL em terra, prevemos criar oportunidades de emprego para os residentes locais que participem nos nossos programas de formação. O nosso objectivo essencial consiste em assegurar que o projecto beneficie o povo Moçambicano, e cada uma das medidas que adoptámos até à data foi tomada em prossecução desse objectivo.

TOP