Responsibility

Envolvimento das partes interessadas

Construir relações

O envolvimento das partes interessadas é uma actividade dinâmica essencial para gerir e comunicar eficazmente os planos, o progresso, as actividades, os impactos e o desempenho do Projecto de GNL em Moçambique.

O Projecto de GNL em Moçambique considera ser essencial estabelecer e manter relações mutuamente benéficas com as partes que tenham interesse nas nossas actividades e operações, ou que sejam afectadas pelas mesmas. Ouvir, dialogar, discutir e consultar as pessoas sobre todos os aspectos do projecto resultou na criação de relações construtivas com os mais diversos grupos de partes interessadas, incluindo com o Governo (a nível nacional, provincial e distrital), as comunidades directa e indirectamente afectadas, ONG e a sociedade civil, o sector privado, a comunidade empresarial e os meios de comunicação social.

Image: Stakeholder Engagement


O estabelecimento de relações com as pessoas afectadas pelas nossas actividades em geral foi essencial para obter uma “licença social” para operar na fase inicial da vida do projecto e continuará a ser uma actividade-chave para assegurar um ambiente de operação estável para o projecto no futuro.

As acções de envolvimento apenas produzem os efeitos desejados se houver compreensão recíproca entre o projecto e as partes interessadas. Envidamos esforços para ficar a conhecer os interesses, necessidades, prioridades e receios das partes interessadas, e acreditamos que estas ficam a conhecer-nos através do nosso envolvimento aberto, transparente e atento em relação ao projecto e às suas actividades, impactos e oportunidades.

As actividades de envolvimento no projecto são conduzidas pela equipa de envolvimento de partes interessadas. A equipa de relações comunitárias está no centro da equipa de envolvimento de partes interessadas. A equipa é composta por oficiais de ligação com as comunidades moçambicanos, cuja presença contínua em Palma e na península de Afungi é essencial para a manutenção de relações positivas com as comunidades e o Governo Distrital. A ligação permanente com o Governo de Moçambique, tanto a nível nacional como provincial, cabe à equipa para os assuntos governamentais sediada em Maputo e Pemba.

A nossa abordagem ao envolvimento das partes interessadas baseia-se no respeito e apreço pelas diferentes pessoas, opiniões, identidades culturais e preferências linguísticas, para além das considerações sobre a sensibilidade ao género e à literacia. Os seguintes princípios foram desenvolvidos para regular as nossas actividades de envolvimento com as partes interessadas:

  • Inclusão – Identificamos, analisamos e incluímos proactivamente todas as partes interessadas pertinentes nos processos de envolvimento.
  • Relações sustentáveis – Criamos e mantemos relações com partes interessadas que resultam em benefícios mútuos. Procuramos gerar e manter a confiança das partes interessadas no projecto e nas actividades associadas, ser bem-vindos e respeitados por todas as partes interessadas pertinentes, fomentar o diálogo aberto e gerir as divergências de opinião.
  • Questões e reclamações das partes interessadas – Respondemos às questões e reclamações das partes interessadas, procurando resolvê-las em tempo útil.
  • Permitir a participação – Promovemos o envolvimento voluntário e livre das partes interessadas, reforçamos a capacidade de as mesmas participarem activamente nos processos de envolvimento e respeitamos as normas sociais e culturais quando nos envolvemos.
  • Comunicação – Fomentamos a comunicação e o envolvimento esclarecido, ouvimos as pessoas e empenhamo-nos em ser proactivos nas nossas comunicações, informamos as partes interessadas comunicando de forma permanente, construtiva e direccionada, desenvolvemos e utilizamos materiais de comunicação adequados e criamos canais abertos e bem definidos para a comunicação nos dois sentidos e para a partilha de informações.
  • Criar capacidades internas – Criamos as capacidades necessárias para assegurar o envolvimento eficaz com as partes interessadas, incluindo as medidas, responsabilidades, mecanismos de coordenação, dotações de pessoal, sistemas e competências internas que são necessárias.

Exemplos de actividades de envolvimento

TOP