Responsibility

Programas de investimento comunitário

Promover a sensibilização para a saúde

Foi lançada uma campanha comunitária de sensibilização para a saúde em dez comunidades do distrito de Palma. A ONG Food for Hungry, entidade parceira para a implementação, aplicou o modelo dos grupos de apoio para encorajar os comportamentos positivos ao nível dos agregados familiares, entre mulheres grávidas e mães de crianças com menos de cinco anos de idade. Os grupos de apoio funcionam através do envolvimento de “mães líderes” voluntárias, que recebem formação e, seguidamente, transmitem os seus conhecimentos às outras mulheres da comunidade.

Foram criados trinta grupos de apoio, tendo a alteração positiva dos comportamentos sobre a saúde sido promovida através de visitas domiciliárias, dramatizações, materiais educativos ilustrados e apresentações realizadas por mães líderes em reuniões comunitárias e de liderança. Mais de 3.000 mulheres beneficiaram da campanha. A resposta por parte dos grupos de apoio foi positiva, tendo o projecto aberto o caminho para futuras iniciativas de saúde nos domínios da prevenção e tratamento da bilharziose, doenças diarreicas, VIH e infecções sexualmente transmissíveis.

 

Promoção da leitura em Moçambique

A Anadarko Mozambique Área 1 (AMA1) associou-se ao Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique e à CODE, uma organização não governamental canadiana, para dar formação a educadores em Cabo Delgado e em três outras províncias.

O nosso apoio ao projecto de formação e capacitação de professores “Better Education Through Teacher Training and Empowerment for Results” (BETTER) financiou um semináro de dois dias com especialistas em conteúdos e linguagem para desenvolver livros de conceitos e materiais complementares de elevada qualidade.

O seminário do Institute of Teachers Training serviu como fórum de debate para cerca de 50 educadores, editores, escritores e ilustradores, com vista a identificar, em domínios como a igualdade de género e a segurança no ambiente escolar, especificidades culturais de cada uma das províncias abrangidas e incorporá-las nas publicações.

O envolvimento da parceria irá ajudar a imprimir mais de 60.000 cópias da publicação em seis línguas diferentes, promovendo, assim, o interesse e os hábitos gerais de leitura em Moçambique.

As áreas moçambicanas de Niassa, Tete e Maputo irão igualmente beneficiar deste projecto, que está a ser implementado pela Associação Progresso, uma ONG moçambicana. 

A CODE dedica-se à promoção da alfabetização e da educação em algumas das regiões mais necessitadas do mundo. Esta organização dá formação a professores e bibliotecários, desenvolve e publica livros para crianças escritos e ilustrados por autores locais e ajuda a enriquecer as prateleiras das bibliotecas para aumentar a alfabetização entre as crianças de países como Moçambique.

Image: Community Health Awareness

TOP